Clube FII News News

Notícias para o investidor de fundos imobiliários

Conheça o Clube FII

Conheça o Clube FII

beta
Agronegócio

BTRA11 abre caminho para desocupação de fazenda estressada no MT

Fundo Imobiliário BTG Pactual Terras Agrícolas obtém liminar na justiça que permite pleitear saída de inquilino devedor do imóvel e arrendar as terras para outro produtor

Por Luciene Miranda
quinta-feira, 4 de agosto de 2022 Atualizado 2 semanas atrás

O Fundo Imobiliário BTG Pactual Terras Agrícolas (BTRA11) informou que conseguiu revogar na justiça o documento que permitia a Milton Cella e esposa ocuparem a Fazenda Vianmancel, em Nova Maringá, Mato Grosso.

 

As terras – compradas pelo fundo dos produtores em agosto de 2021 e, em seguida, arrendadas a eles - foram alvo de um pedido de recuperação judicial sob a alegação de créditos em inadimplência. Cella tem uma dívida no valor de R$ 73 milhões.

 

BTRA11 abre caminho para desocupação de fazenda estressada no MT

 

Agora, com a liminar na justiça, o fundo poderá pleitear a desocupação do imóvel e arrendar as terras para outro produtor rural.

 

A decisão foi da desembargadora relatora da 3ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, de acordo com o BTG Pactual, administrador do fundo.

 

O produtor entrou com pedido de efeito suspensivo da decisão que acabou indeferido – negado - pela desembargadora.

 

Segundo o comunicado, a escritura de 'direito real de superfície', celebrada entre o fundo e os produtores, foi resolvida de forma antecipada com base no descumprimento de obrigações contratuais pelos superficiários, ou seja, Milton Cella e esposa.

 

Em vez de um aluguel mensal, a operação entre o fundo e Cella envolvia uma taxa de 'direito de superfície oneroso', cobrança única que dá ao produtor o direito real de uso e construção ou de plantação sobre o imóvel em região agrícola.

 

Os imóveis que compõem a Fazenda Vianmancel estão registrados pelas matrículas 9.203, 9.204, 9.205 e 9.533 do Cartório de Registro de Imóveis de São José do Rio Claro, no Mato Grosso.

 

O BTRA11 pagou R$ 81 milhões pelos 3,1 mil hectares do imóvel. A Fazenda Vianmancel representa 22,85% da receita do fundo.

 

Na bolsa brasileira, as cotas do BTRA11 responderam à notícia com valorização moderada nesta quinta-feira (4) e cotação acima de R$ 79,00.

 

No ano, a cota do fundo cai mais de 20%. 


mais notícias semelhantes
O Clube FII preza pela qualidade do conteúdo e verifica as informações publicadas, ressaltando que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.